Conheça aqui as 9 áreas da faculdade de Farmácia

Você conhece todas as possibilidades de atuação para um farmacêutico? Além de trabalhar nos estabelecimentos comerciais, a faculdade de Farmácia também prepara esse profissional para atuar em muitas outras áreas. 

De modo geral, existem 9 grandes segmentos de atuação. Mas eles se dividem em cerca de 135 especialidades que você pode seguir dentro dessa carreira! Para isso, basta começar a se especializar já na faculdade ou então procurar uma pós-graduação em Farmácia que complemente a sua formação. 

Mas afinal, quais são essas áreas e o que mais preciso para segui-las? Neste artigo, você vai entender tudo isso. Além de conhecer um pouco mais sobre o curso de graduação também. Boa leitura!

Como funciona a faculdade de Farmácia?

A faculdade de Farmácia, que tem duração de cinco anos, já prepara os alunos para atuarem em muitos mercados diferentes. Principalmente pela oferta de disciplinas, que englobam Biologia, Bioquímica, Fisiologia, Análises Clínicas, entre outras. 

A seguir, você confere a grade completa do curso na Estácio, que segue as diretrizes do Ministério da Educação para essa área. 

Grade curricular

  • Análises Químicas para Farmácia;
  • Anatomia dos Sistemas Orgânicos;
  • Bases de Biologia Celular e Genética;
  • Biologia Molecular e Farmacogenética;
  • Bioquímica Clínica;
  • Bromatologia;
  • Cosmetologia;
  • Deontologia e Legislação Farmacêutica;
  • Empreendedorismo e Gestão de Serviços Farmacêuticos;
  • Ética na Saúde;
  • Farmácia Clínica e Cuidados Farmacêuticos;
  • Farmácia Hospitalar;
  • Farmacia Social;
  • Farmacobotânica;
  • Farmacodinâmica ;
  • Farmacoepidemiologia;
  • Farmacognosia Aplicada e Fitoterapia;
  • Farmacognosia Básica;
  • Farmacotécnica;
  • Farmacotécnica Homeopática;
  • Físico-química Farmacêutica;
  • Fisiologia Humana;
  • Fundamentos de Bioquímica;
  • Garantia e Controle de Qualidade;
  • Hematologia Clínica;
  • Histologia e Embriologia;
  • Introdução à Assistência Farmacêutica;
  • Matemática Aplicada à Farmácia e Bioestatística;
  • Metodologia Científica;
  • Microbiologia e Imunologia;
  • Parasitologia;
  • Patologia;
  • Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional;
  • Práticas de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças;
  • Química Biológica;
  • Química Medicinal;
  • Química Orgânica;
  • Química Orgânica Avançada;
  • Toxicologia e Saúde Ambiental.

Quais são as principais áreas de atuação?

Como você viu, a faculdade de Farmácia capacita os alunos para conhecerem a composição e o processo de produção de medicamentos, alimentos industrializados, cosméticos, entre outros produtos. 

Por isso, as áreas de atuação desse graduado são muito mais amplas do que apenas trabalhar nas drogarias. 

1 – Indústria de Alimentos

Pode parecer estranho, mas a produção de alimentos industrializados também precisa de farmacêuticos. Esses profissionais ajudam na pesquisa e desenvolvimento de novos alimentos, além de cuidarem do controle de qualidade nas indústrias. 

Da mesma forma, eles também atuam em empresas que produzem produtos como suplementos alimentares, fórmulas e alimentos para quem precisa de sondas. 

2 – Análises clínico-laboratoriais

Outra área de atuação para a faculdade de Farmácia são as análises clínicas. Nesse segmento, o profissional pode trabalhar em laboratórios, bancos de órgãos, de sangue ou de sêmen, entre outras especializações que envolvem a pesquisa, com cultivo e análise de amostras biológicas. 

3 – Drogarias

Essa é a área mais lembrada quando falamos sobre a faculdade de Farmácia. Afinal, esses estabelecimentos precisam de um responsável técnico. 

Além disso, depois da aprovação da lei nº 13.021, em  2014, a presença do farmacêutico se tornou obrigatória durante todo o horário de funcionamento da drogaria. Assim, esses profissionais se tornaram ainda mais requisitados. 

4 – Farmácia clínica e hospitalar 

Nessa área de atuação, os profissionais trabalham em unidades de saúde e hospitais, garantindo a distribuição correta dos medicamentos, orientando pacientes e também auxiliando na compra dos remédios necessários.

5 – Desenvolvimento de medicamentos

Outro posto de trabalho possível para os farmacêuticos é no desenvolvimento de medicamentos, insumos médicos e reagentes utilizados em exames. Essa função pode ser exercida em laboratórios químicos, na indústria farmacêutica ou até mesmo em universidades. 

6 – Gestão de negócios

A gestão de negócios de saúde é mais uma carreira possível para quem faz faculdade de Farmácia. Afinal, os alunos possuem disciplinas mais administrativas durante o curso. Além de possuírem conhecimentos técnicos necessários para gerir indústrias químicas e farmacêuticas. 

7 – Práticas integrativas e complementares

Para quem gosta do atendimento ao público, trabalhar com práticas integrativas também pode ser uma boa ideia. 

Essa área de atuação é reconhecida pelo Conselho Federal de Farmácia e faz parte da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), que regulamenta a utilização de práticas como acupuntura e plantas medicinais como complemento ao tratamento tradicional no SUS. 

Assim, você pode se especializar nesse trabalho e atuar tanto na rede pública quanto privada. Afinal, cada vez mais pessoas procuram por uma medicina que cuide do corpo como um todo e não apenas trate sintomas. 

8 – Saúde Pública

Como você viu, o trabalho do farmacêutico pode ser tanto na rede privada quanto pública. O principal diferencial da atuação na saúde pública é que ele pode trabalhar também nas Unidades Básicas de Saúde, auxiliando as estratégias de medicina da família e orientando sobre o uso correto dos medicamentos. 

9 – Ensino

Por fim, vale lembrar que o trabalho em instituições de ensino também é uma boa opção. Tanto como técnico, auxiliando nos laboratórios, pesquisador ou como professor, o farmacêutico tem muito a acrescentar nesse campo.